Índice deste artigo:

exame-urina-cores

Pode parecer algo pouco comum e até mesmo estranho para alguns, mas você costuma reparar na coloração da sua urina? Saiba que ela pode indicar que há algo de errado com o seu organismo, segundo o médico e doutor em patologia clínica Adagmar Andriolo.

"A intensidade da cor amarela depende muito do grau de hidratação. Dessa forma, mesmo em condições normais, podemos produzir urinas mais ou menos coradas, mas sempre com a tonalidade amarela", explica Andriolo.

Porém, a hidratação não é o único aspecto que pode alterar a cor da urina, já que a ingestão de medicamentos como antissépticos urinários, vitaminas e aditivos alimentares também interfere. Desta forma, é possível notar colorações diferentes como amarelo vivo, verde, azul e até mesmo rosada, que pode indicar a presença de sangue.

"Cor âmbar escuro sugere a presença de urobilina ou bilirrubina em concentrações acima das habituais, como acontece nas hepatites. Urinas marrom-escuras são vistas quando algumas substâncias do tipo das porfirinas, melanina ou ácido homogentísico estão presentes e, neste caso, sugerem a existência de alguma doença", alerta o médico.

Caso seja notada alguma alteração significativa na coloração da urina, Andriolo sugere que a pessoa fique atenta e procure um especialista, mas sem entrar em pânico antes de um diagnóstico mais preciso. "Urinas avermelhadas, de cor amarela ou marrom muito forte ou mesmo escuras devem ser motivo de atenção, principalmente se forem excluídas as causas referidas, como uso de medicação colorida ou ingestão de alimentos muito pigmentados, como beterraba, por exemplo. Nessas situações, é sempre bom procurar um médico e a realização de um exame mais completo da urina", orienta.

Publicidade

Calcule seu IMC